NOTÍCIAS

Prefeito Emanuel Pinheiro recebe rei e rainha da festa de São Benedito

O prefeito Emanuel Pinheiro, recebeu, na noite desta quinta-feira (02), em seu gabinete, o rei William Campos e rainha Ayrds Pivetta, da festa de São Benedito. O evento religioso é considerado o maio do Centro-Oeste e acontecerá entre os dias 30 de junho à 30 de julho, na sede da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, na Capital, em celebração aos 300 anos do templo cristão.  Durante os quatro dias, a grandiosa solenidade deverá reunir em suas noites mais de 40 mil pessoas, por meio da realização das missas, rezas de terços e o tradicional chá com bolo. Anterior a data, os festeiros realizam visitas às casas cuiabanas, começando, este ano, pela Prefeitura de Cuiabá e peregrinação segue até o dia 25 deste mês. 

“É uma festa da cuiabania, de apego à fé inabalável. Como cuiabano e prefeito dessa capital lendária, tenho a honra de receber pelo quinto ano consecutivo, os seus festeiros, que é a cara na minha gente de viver, o nosso segundo padroeiro que é São Benedito. Aproveito para anunciar que já pedi emendas ao deputado Emanuelzinho e ao senador Jayme Campos, buscando uma parceria com o Governo do Estado também para que possamos fazer a recuperação da igreja, o cartão postal da nossa querida Cuiabá e que faz parte da sua história. Vamos ajudar a restaurar e devolver o templo ao nosso povo. Ainda, com a Graça de Deus, a festa do ano que vem já será feita no Lago do Rosário”, destacou o Chefe do Executivo Municipal.

O rei e a rainha afirmaram que as festividades tem como objetivo angariar recursos para recuperação do santuário, tendo em vista, a sua antiguidade. “Estamos esperando uma festa grandiosa de 300 anos. Queremos com isso, ajudar na reforma do prédio. Hoje começou a passagem da bandeira e nada mais justo do que começar pela Prefeitura de Cuiabá”, disseram. 

A igreja é um dos marcos de fundação da cidade , tendo sido construída em arquitetura de terra em torno de 1730, próximo às águas do córrego da Avenida Tenente Coronel Duarte, a  Prainha, em cujas águas Miguel Sutil descobriu as minas de ouro que impulsionariam a colonização do município.