NOTÍCIAS

Prefeito destaca dedicação de João Lira ao movimento comunitário e lamenta falecimento

Cuiabá perdeu na madrugada desta terça-feira (7), o líder comunitário, escritor, cantor e compositor, João Olímpio Valadares Lira. Ele faleceu aos 73 anos, em razão de uma infecção generalizada, após travar uma batalha contra o câncer no pulmão. João Lira, como popularmente era conhecido, estava internado em um hospital da capital.

João Lira ajudou a escrever a história do movimento comunitário na capital mato-grossense. Era reconhecido e admirado pelo profícuo trabalho desenvolvido ao longo de anos sempre prospectando o desenvolvimento dos bairros, de seus moradores. João Lira foi presidente da Federação Mato-Grossense dos Bairros (FEMAB) e  diretor da União Cuiabana de Associações de Moradores de Bairros (Ucamb) e representou Mato Grosso na diretoria da Confederação Nacional de Associações de Moradores (Conam). Ao longo de sua trajetória, João Lira também escreveu o livro “Associação de Moradores – Instrumento de conquistas e garantias de direitos sociais”. 

“Lira deixa um legado ao movimento comunitário. Defensor ferrenho das causas em benefício dos que mais necessitam. Um homem que tinha como projeto de vida a dedicação ao crescimento da cidade, ao atendimento das necessidades dos bairros mais distantes. Morre João Lira, mas seus ideais, certamente, irão perdurar. Registro o meu lamento pela perda à sua família e peço que nosso bondoso Bom Senhor Jesus de Cuiabá os ampare nesse momento de dor”, declarou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Lira é tio do deputado estadual Paulo Araújo. Ele deixa esposa e quatro filhos.