NOTÍCIAS

Cuiabá participa de encontro nacional do planejamento urbano

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável (SMADESS), participou, no último dia 27 de maio, do 1º Encontro de Gestores de Institutos de Planejamento das cidades Brasileiras, em Fortaleza- CE. A iniciativa busca fortalecer a cultura do planejamento urbano no país, através do levantamento  eficiente de dados, produção de informação e maior transparência de compartilhamento.

O convite foi estendido às quatro regiões do Brasil, representados aos órgãos de planejamento municipais das cidades de Fortaleza (CE), Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ), Redenção (PA), Londrina (PR), Recife (PE), Campo Grande (MS), Niterói (RJ), Maringá (PR) e Sobral (CE), com o apoio da   Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), da Coordenação de Transformação Urbana da GIZ Brasil e dos Projetos ANDUS e DUS.

“Na construção do processo de fortalecimento do planejamento urbano, gerando cidades mais humanas, sustentáveis e capazes de responder à nova agenda urbana, é essencial a sensibilização de gestoras e gestores e também dos diversos atores locais quanto a sua importância para enfrentar não apenas os desafios atuais, como por exemplo, a era digital, as cidades inteligentes, suas resiliências e sustentabilidade, sobre o que surgirão nos próximos cinquenta anos por exemplo”, ressalta o representante de Cuiabá, o secretário-adjunto de Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU) da Capital, arquiteto e urbanista, Márcio Puga.

“Falar em democracia é entender o potencial transformador do diálogo e da cooperação. A gente aprende muito com a cooperação entre as pessoas, compartilhando experiências e saberes. Vamos resgatar a importância da cultura do planejamento das cidades, criando um protagonismo para os municípios, o que considero extremamente importante”, pontuou o vice-prefeito e superintendente do Instituto de Planejamento de Fortaleza, Élcio Batista.

O objetivo principal da agenda é fortalecer o debate em torno dos desafios que os municípios enfrentam para buscar um desenvolvimento urbano inclusivo e sustentável e articular a criação da Rede Nacional de Institutos de Planejamento gerando uma rede integrada de cooperação técnica.