NOTÍCIAS

Avançam obras de construção da ponte de concreto do bairro Altos da Serra; mais de 2 mil famílias serão favorecidas

A obra de construção da ponte de concreto do bairro Altos da Serra II, pela gestão Emanuel Pinheiro, segue em ritmo célere. Atualmente, as equipes estão concentradas no processo de preparação das vigas, uma das bases de sustentação da estrutura, que após a sua conclusão, será responsável por favorecer mais de duas mil famílias que vivem na região. 

Os trabalhos estão sendo executados pela empresa Atrativa Engenharia e coordenados pela Secretaria de Obras Públicas (SMOP). Os investimentos promovidos pela Prefeitura de Cuiabá ultrapassam a casa dos R $2 milhões. A edificação possui 51 metros de extensão, 12,8 de largura, composta por pista dupla e passarela para fluxo de pedestres em suas laterais. A entrega está prevista para ocorrer no segundo semestre deste ano, considerado um dos principais acessos da comunidade ao bairro Planalto. 

O secretário e vice-prefeito, José Roberto Stopa, comemorou o bom andamento das atividades. Segundo ele, a obra retrata a chegada de um novo tempo à população local. “Estamos muito contentes com tudo que estamos vendo aqui. Uma gente de bem, merecedora de obras como essa e muitas obras que estamos preparando para cá. Eu e o prefeito Emanuel Pinheiro estamos ansiosos para entregá-la”, disse. 

O líder comunitário do Altos da Serra II, Deva Fonseca, aproveitou para fazer um breve relato entre o cenário anterior e atual. “A gente só tem a agradecer, primeiramente, a Deus e segundo ao prefeito e o Stopa que tem sido grandes parceiros dessa nova conquista. Antes não havia nada disso, pelo contrário, era apenas uma ponte de madeira e hoje a visão é completamente outra, muito melhor, é claro”, contou. 

O vice-presidente do bairro, Vanderlei Simões, destacou que a espera de mais de 10 anos está próxima do fim. Segundo ele, o sentimento de felicidade e satisfação é algo perceptível entre os residentes. “Não é uma ponte que vai ajudar apenas o nosso povo, mas os arredores também, que há muito tempo estamos aguardando e todos estão muito contentes e não veem a hora de poderem passar por aqui”, acrescentou. 

A ação pertence ao planejamento da administração atual, a qual prevê até 2024, a substituição de 80% das edificações de madeira por estruturas de concreto.