NOTÍCIAS

Sorocaba abriga 123ª Romaria de Aparecidinha reunindo cerca de 60 mil pessoas

Fotos: Bruno Rodrigues/Secom Divulgação

Sorocaba abrigou, na manhã deste domingo (10), em clima de muita emoção, a 123ª Romaria de Aparecidinha. Esta edição da tradicional procissão teve um diferencial em relação às anteriores: foi a retomada presencial dos fiéis, após dois anos de interrupção, devido à pandemia da Covid-19. De acordo com a organização da romaria, estima-se que cerca de 60 mil pessoas participaram do ato religioso.

A programação, que teve início às 5h, com missa na Catedral Metropolitana, no Centro, presidida pelo Arcebispo da Arquidiocese de Sorocaba, Dom Júlio Endi Akamine, reuniu fiéis de todas as idades. Na sequência, ocorreu a procissão com trajeto pelas ruas São Bento, Quinze de Novembro, Ponte Francisco Dell’Osso, Avenida São Paulo, Rua Padre Madureira, Avenida Carlos Reinaldo Mendes e Avenida Três de Março.

A chegada ao Santuário de Aparecidinha encerrou o percurso, contando também com celebração de missa pelo Arcebispo Dom Júlio. O ato teve também a presença do prefeito Rodrigo Manga, do secretário de Gabinete Central, João Alberto Corrêa Maia, do ouvidor-geral do Município, Evandro Bueno, e dos vereadores Fábio Simoa e ítalo Moreira.

“O papel de todas as instituições religiosas é fundamental para a convivência e o cuidado social e espiritual das pessoas. A Prefeitura de Sorocaba sempre estará à disposição para contribuir com as igrejas, pois sabemos da importância que cada uma delas têm para a população”, disse o prefeito Rodrigo Manga.

“Agradecemos o apoio da Prefeitura e todos os órgãos que colaboraram para esta importante celebração na cidade. A procissão é um momento de expressão intensa de fé e devoção, em forma de agradecimento, realização de pedidos ou simplesmente de reverência”, destacou o Arcebispo Dom Júlio.

Além da importância espiritual para os fiéis, o bairro movimenta de maneira superlativa a economia da cidade, por meio do comércio das feiras repletas de iguarias, roupas, artigos religiosos e diversos outros produtos.

A fim de organizar o trânsito no local, a Secretaria de Mobilidade (Semob) e a Urbes – Trânsito e Transportes realizaram alterações no tráfego, que igualmente esteve devidamente sinalizado. Também houve interdições temporárias no trajeto da peregrinação, para a circulação segura dos romeiros. Foram disponibilizados, ainda, ônibus extras do transporte coletivo municipal para levar as pessoas até o bairro, com a ampliação das linhas A48/1 Nikkey/Presídio, A48/2 Amato/Monteiro e A48/3 Éden/Aparecidinha.